Posted by admin on 13 de outubro de 2012 in APRESENTAÇÃO with No Comments


 

 

a) Compreende a importância da Doutrina Espírita e os benefícios que ela traz para a Humanidade em geral e para o homem em particular.
b) Empenha-se em servir na tarefa de promover o estudo, a difusão e a prática do Espiritismo, de forma espontânea, voluntária, consciente e gratuita.
c) Procura conhecer e estudar, de forma aprofundada, os ensinos fundamentais da Doutrina Espírita, contidos nas obras da Codificação Kardequiana, que servem de diretriz para o seu trabalho.
d) Compreende e respeita as diferenças de entendimento que possam existir entre companheiros e instituições; destaca, cultiva e valoriza os pontos afins existentes no trabalho em conjunto; e fortalece os laços de união pela prática da fraternidade autêntica, para que o trabalho de difusão da Doutrina seja feito sem retardamento.
e) Observa que a união fraternal dos trabalhadores é fundamental para a sustentação da casa espírita onde trabalham; e que a união das casas espíritas é fundamental para o trabalho que visa colocar a Doutrina Espírita ao alcance e a serviço de toda a Humanidade.
f) Observa que, no desempenho das atividades espíritas, o servidor espírita estará sempre a serviço do Cristo, e sob a orientação dos Espíritos Superiores.
g) Compreende que a tarefa básica do trabalhador espírita é a de promover a Doutrina Espírita, com humildade, desinteresse e sem outro propósito que não seja a prática da Caridade.
h) Observa que a sua participação no trabalho de estudo, difusão e prática da Doutrina Espírita, em benefício de toda a Humanidade, contribui com o trabalho do seu próprio aprimoramento.
i) Participa do trabalho espírita com o único propósito de servir, assumindo com boa vontade e responsabilidade as tarefas que lhe forem confiadas, sem exigir, sem esperar e sem condicionar sua participação a atribuições específicas, a cargos, a funções ou a posições de destaque e reconhecimento pessoal.
j) Avalia, permanentemente, o seu próprio trabalho, verificando: ” se está sendo fiel aos princípios da Doutrina Espírita contidos nas obras básicas de Allan Kardec; ” se está correspondendo aos investimentos, tanto espirituais como materiais, realizados pela Providência Divina em seu favor
. k) Procura colocar em prática o lema vivido por Allan Kardec: “Trabalho, solidariedade e tolerância”. (Extraído de “Preparação de Trabalhadores para as Atividades Espíritas”, C.F.N – FEB.)

 

Bem Vindo Ao nosso Site

Esperamos que você consiga encontrar respostas para suas perguntas!